• Atendimento: Segunda a Sexta de 08h às 17h
  • Administração 2017-2020
  • FALE CONOSCO

Epidemiologia pede que população tampe caixas d’água e elimine focos de dengue

Epidemiologia pede que população tampe caixas d’água e elimine focos de dengue
  • 21/01/2020
  • Cultura, Esporte, Lazer e Turismo

Devido ao tempo quente e chuvoso, propício para a proliferação do mosquito Aedes aegypti - transmissor de dengue, zica e chikungunya - a Administração Municipal, por meio do Setor de Epidemiologia, está alertando a população indaiaense para o risco das doenças e pedindo que reservatórios de água sejam bem tampados e que recipientes que possam servir de criadouros do mosquito sejam eliminados.

Apesar de a situação no município estar controlada, é preciso que a população esteja atenta, já que a dengue é uma doença sazonal, com maior ocorrência dos casos no verão, período quente e chuvoso, propício para a proliferação do mosquito transmissor de doenças. Além disso, a circulação da doença é dinâmica, podendo mudar a realidade do Município em pouco tempo.

Em 2019, foram registrados 25 casos suspeitos de dengue em Pedra do Indaiá, sendo que 12 foram confirmados. Neste ano, foi registrado um caso suspeito em Betânia, porém não foi confirmado.

Perigo

Na semana passada, o Ministério da Saúde divulgou que o tipo 2 do vírus da dengue voltou a circular depois de dez anos e esclareceu também que existem quatro tipos de vírus da dengue (sorotipos 1, 2, 3 e 4).

Em 2019, segundo o Ministério da Saúde, foram registrados 1.544.987 casos de dengue no país, um aumento de 488,3% em comparação com o ano anterior. Destes casos, 782 evoluíram para a morte do paciente.

Ainda segundo o órgão, o país registrou, no ano passado, 132.205 casos de Chikungunya e 92 mortes em decorrência da doença. Com relação à zika,  foram 10.708 os casos registrados em 2019, com três mortes.

Pesquisa 

Na semana passada, funcionários do Setor de Epidemiologia de Pedra do Indaiá fizeram mais um Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), que mostra o nível de infestação de focos de dengue nos imóveis, o resultado será divulgado em breve.